terça-feira, dezembro 12, 2006
posted by Mar da Lua at terça-feira, dezembro 12, 2006

Era um vez uma pequena sereia de cauda prateada de escamas luzidias que pareciam mudar de tom ao sabor da espuma das ondas e do sopro do vento.

Era uma vez uma menina de fita encarnada no cabelo que esperava todas as tardes na praia que a espuma das ondas e o sopro do vento fizessem brilhar ao longe o tesouro que julgava escondido num banco de coral no fundo do mar.

Era uma vez uma jangada de madeira, de vela rasgada, muito torpe, muito rústica, que cruzava a espuma das ondas ao sabor do sopro do vento, ao tom das escamas prateada de uma sereia e ao jeito do sonho de uma menina de fita encarnada que deixou a praia e se abandonou à dimensão de um sorriso na busca do tesouro mais precioso de todos... o Amor.
 
4 Comments:


At dezembro 12, 2006, Blogger M5Sol

Espero que a menina do laço e todas as outras meninas encontrem esse bem tão precioso como é o Amor.

 

At dezembro 13, 2006, Anonymous Anónimo

"Metade da minha alma é feita de maresia" - Sophia de Mello Breyner Andreson

Poisson

 

At dezembro 17, 2006, Blogger lua (

quando se encontra tudo isso, já não há como olhar para trás! A partir dessa altura assumimos um compromisso com a vida, a nossa missão revelasse e jamais a podemos rejeitar! :) bjs*

 

At dezembro 17, 2006, Blogger lua (

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.