segunda-feira, outubro 16, 2006
posted by Mar da Lua at segunda-feira, outubro 16, 2006

 
6 Comments:


At outubro 16, 2006, Blogger M5Sol

Como eu te compreendo, agora quando abrimos a caixa do correio, só vimos contas para pagar. As cartas dos amigos , da família, com aqueles selos fabulosos acabaram de vez.
Hoje em dia só se escreve virtualmente.
Acabou-se a expectativa com que se esperava que o carteiro tivesse uma carta para nos entregar.
Os tempor mudaram e as tradições também.

 

At outubro 16, 2006, Blogger Mar da Lua

m5sol: Tenho saudades daquela agia que é abrir a caixa de correio e ver um envelope escrito à mão, de o abrir e de "beber" as palavras com a sede de quem quer saber novas, mas tenho sobretudo saudades de receber uma carta de amor!

 

At outubro 16, 2006, Blogger M5Sol

"Cartas de Amor, quem as não tem" (cantado), hoje em dia já está desactualizada, enfim, temos pena.

 

At outubro 16, 2006, Anonymous Mar da Espuma

Mak Tub

Ao ouvir esta expressão retirada do Al Corão não pude deixar de a sentir um pouco nossa. Estava escrito que os nossos caminhos viriam a cruzar-se e que virias a ser A Minha Mulher. Agora entendo e aceito sem reservas tudo o que ficou para trás. Tenho estranha sensação de que tudo fez parte de uma lição de vida necessária para que, ao chegares, o meu amor te pudesse acolher de uma forma mais madura e sem reservas. Quero-te e quero este nosso amor com todas as forças que tenho. És a razão da minha paz e da minha felicidade. Amo-te moranguita...

 

At outubro 16, 2006, Blogger Mar da Lua

Mar da Espuma:Sem palavras e sem virtualidades, só porque sim.AMO-TE

 

At outubro 17, 2006, Anonymous PINGUIM

OLHA ... moranguita é lindo ,
é assim romântico ,deve ter uma explicação ...
Quanto as cartas já nao ha tempo de ir para os correios , somos escravas do virtual ( mas o nosso virtual é sentido ... )