sexta-feira, novembro 17, 2006
posted by Mar da Lua at sexta-feira, novembro 17, 2006

Hoje é daqueles dias em que a saudade me invade e eu deixo!
Tenho saudades dos dias calmos passados no areal do Meco, das fresquinhas ao fim do dia, dos petiscos e das caipirinhas bebidas nos puffs enquanto o sol nos escaldava a pele. Tenho saudades dos amigos que chegavam inevitavelmente ao final da tarde e de puxar mais um puff para acrescentar á roda.
Tenho saudades dos dias calmos passados na tranquilidade das ondas da ilha, dos passeios de ferry pequenino, dos jantares à varanda, das velas que acendiamos, da viola, do som do teu riso e de estender os bikinis antes da ida à tasquinha de Cacela.
Tenho saudades dos dias calmos passados no montado da planicie alentejana, da chuva que cai sem pressas, do cheiro a terra molhada, do livro que se lê enquanto as gotas que caiem nos embalam. Tenho saudades de te dar banho e te abanar na rede, de te ver limpar os troncos que insistimos em trazer para casa, de te agarrar de surpresa e de te fazer mulher na pressa de quem se quer tanto.
Tenho saudades de ti, agora, aqui, comigo. Saudades de ti imagine-se! Eu que me despedi esta manhã com um beijo, que te amei como uma louca, que te ouvi a voz há dois minutos, que te espero para jantar daqui a pouco...mas tenho sim meu amor, tenho saudades do gosto do teu beijo durante o dia, tenho saudades da paz dos teus olhos e do som dessa voz que me diz tanto. Até já...antes que as saudades me matem!
 
9 Comments:


At novembro 17, 2006, Blogger M5Sol

As saudades não 'matam' mas moem, e muito.
Mas a tarde passa num instante e já já estás lá!!!

 

At novembro 18, 2006, Anonymous luar

Pois... eu também sou dou clube da saudade... do ontem que ainda há pouco era... mas já se foi...Que o fim da tarde nos envolva na tranquilidade do caminhar no chão da nossa existência...Bjs mts!!!

 

At novembro 18, 2006, Blogger Bandida

há saudades que dão cabo da alma...




beijo!
____________________

 

At novembro 19, 2006, Blogger nameless as a desire

Fizeste-me recordar e reviver, por momentos, um Amor antigo, na intensidade à semelhança, um dia partilhada.
Não sei se te agradeça, ou se reclame...

Dois beijos... um em cada bochecha.

 

At novembro 19, 2006, Blogger Mar da Lua

m5sol: Moem mas sabe tão bem tê-las para as poder matar!

 

At novembro 19, 2006, Blogger Mar da Lua

Luar:O clube da saudade tem mais fãs que os de futebol, acredita! E que o caminhar no chão da nossa existência seja feito de passos se não certos, pelo menos seguros. Beijo

 

At novembro 19, 2006, Blogger Mar da Lua

Bandida: Tão verdade minha amiga...tão verdade!

 

At novembro 19, 2006, Blogger Mar da Lua

Nameless: Reclama primeiro e agradece depois, ainal vale sempre a pena recordar com saudade os amores antigos e o que deles fomos ou somos!
3 beijos...um em cada bochecha e um na testa!

 

At novembro 23, 2006, Blogger nameless as a desire

Sorrio-te... num silêncio que abarca o que o tempo congelou e conservou do pouco e muito que a vida nos permitiu compartilhar.
Que a afinidade e empatia, para além de intemporais sejam também inesgotáveis... por muitas pausas que sofram.