quarta-feira, outubro 25, 2006
posted by Mar da Lua at quarta-feira, outubro 25, 2006

Porque sou o cavaleiro andante
Que mora no teu livro de aventuras
Podes vir chorar no meu peito
As mágoas e as desventuras
Sempre que o vento te ralhe
E a chuva de maio te molhe
Sempre que o teu barco encalhe
E a vida passe e não te olhe
Porque sou o cavaleiro andante
Que o teu velho medo inventou
Podes vir chorar no meu peito
Pois sabes sempre onde estou
Sempre que a rádio diga
Que a américa roubou a lua
Ou que um louco te persiga
E te chame nomes na rua
Porque sou o que chega e conta
Mentiras que te fazem feliz
E tu vibras com histórias
De viagens que eu nunca fiz
Podes vir chorar no meu peito
Longe de tudo o que é mau
Que eu vou estar sempre ao teu lado
No meu cavalo de pau

Carlos Té
 
6 Comments:


At outubro 26, 2006, Blogger Mar da Lua

Mar da Espuma:...sem mais palavras! Só para ti!Beijo imenso.

 

At outubro 26, 2006, Blogger M5Sol

Que bom é ter um peito onde se possa chorar.
Nós todas temos e isso significa que somos felizes.
Nada mais há a dizer.

 

At outubro 26, 2006, Blogger Mar da Lua

m5sol: É bom dar colo, tratar, cuidar e mimar quem bem se quer e é bom sentirmo-nos cuidados e mimados - embora esta seja uma sensação mais ou menos nova - por quem sabemos querer-nos bem a nós.

 

At outubro 26, 2006, Anonymous PINGUIM

More eu tambem vou estar sempre ao teu lado ... no meu cavalo de pau ...SEMPRE !
PS - BEIJOS SÓCIA

 

At outubro 26, 2006, Blogger Mar da Lua

Pinguim: Sócia...ABREIJOS

 

At outubro 28, 2006, Blogger Bandida

mais um lindissimo poema do Tê.
mais um lindissimo post da Pê.




Abraço!
__________________________